Facebook Pixel Fallback

Entenda as alterações no Calendário Acadêmico 2020 da FIB





Tire suas dúvidas quanto às mudanças no Calendário Acadêmico 



Resumo das principais alterações no Calendário Acadêmico 2020

22 de junho: retorno das atividades acadêmicas (remotas).

23/06 a 18/07: revisão do 1° bimestre e introdução ao 2° bimestre.

26/09: encerramento do 2° bimestre.

28/09: início do 1° bimestre  e do segundo semestre letivo de 2020.

21/11: encerramento do 1° bimestre.

23/11: início do 2° bimestre.

06/02/21: encerramento do 2° bimestre e do segundo semestre letivo de 2020.


Por que  a FIB não optou por aulas EAD?  Por qual razão alterou seu Calendário Acadêmico?

A FIB sempre prezou pelo ensino 100% presencial. A Faculdade valoriza o conhecimento a partir de conexões reais e humanas e acredita em uma aprendizagem ativa e colaborativa, onde a troca de experiências favorece a assimilação dos conteúdos. Por isso alteramos o Calendário Acadêmico, para que consigamos cumprir o máximo das atividades acadêmicas de maneira presencial, seguindo, sempre, todas as normas sanitárias editadas pelos governos municipal e estadual.


Qual alteração foi feita?

Houve a antecipação das férias (30 dias) dos alunos e dos docentes que seriam em julho de 2020 para o período de 13 de abril a 12 de maio de 2020. Portanto em julho, que haveria férias, estaremos em aula.

A FIB também antecipou o recesso escolar (período que o docente tem, por convenção coletiva de trabalho de gozar de descanso de 30 dias) que seria em dezembro/janeiro de 2021 para o período de 15 de maio a 13 de junho de 2020. Assim, em janeiro que seria recesso, haverá aula.

Também houve antecipação dos feriados do segundo semestre – conforme calendário – para o período de 16 de junho a 20 de junho de 2020. Isso significa que nos dias de feriados como aniversário de Bauru, Independência, Nossa Senhora Aparecida, Finados e Proclamação da República haverá aula.


As instituições de ensino superior ainda não têm autorização para voltar ao ensino presencial. O que a FIB fará?

A FIB voltará com atividades acadêmicas remotas a partir de 22 de junho e aguardará os decretos municipais e estaduais que autorizem a volta às aulas presenciais, de forma parcial ou total. Seguiremos, sempre, todas as normas sanitárias recomendadas e preservaremos ao máximo a integridade de nossos alunos e colaboradores.

Quando houver essa autorização, teremos tido grande parte das atividades presenciais (no semestre como um todo). Nosso objetivo ao optar pelo adiantamento de férias, recesso e feriados é fazer com que os alunos tenham o menor período possível de atividades acadêmicas de forma remota. 


E quanto ao pagamento do primeiro semestre?

Logo no início da pandemia e também posteriormente, os alunos puderam postergar o pagamento das mensalidades. Para os que preferiram continuar pagando, o semestre está pago. Isso quer dizer que se você pagou suas mensalidades de janeiro a julho, você deve continuar suas atividades acadêmicas até o final do semestre que, com o período de exames, termina dia 26 de setembro. Nesta data, o contrato do primeiro semestre estará cumprido pela FIB, com todos os 100 dias letivos obrigatórios e mais 15 dias de revisão, que não entraram nesse computo. 


E o segundo semestre, como funcionará? E o pagamento?

O segundo semestre vai do dia 28 de setembro ao dia 06 de fevereiro (com os exames), cumprindo assim todos os 100 dias letivos do segundo semestre e todos os 200 dias letivos obrigatórios do ano. Você fará o pagamento desse semestre de julho a dezembro de 2020. Assim, se falamos de um aluno formando 2020, ele não precisará pagar mensalidade alguma em janeiro ou fevereiro, se não postergou as mensalidades. Se falamos de um aluno não formando sua rematrícula será em janeiro já para o primeiro semestre de 2021, que irá de fevereiro a junho, como acontece todos os anos e o calendário entra novamente na sua normalidade.

 

E o transporte intermunicipal?

A FIB teve o cuidado de entrar em contato com várias prefeituras, que confirmaram estar pagando a parte do município para os prestadores de serviço, mesmo sem os mesmos estarem sendo oferecidos. Quando era 100% municipal, houve antecipação de férias para motoristas entre outras medidas. Assim, acreditamos que quando voltarmos ao ensino presencial, não haverá problemas com o transporte.

 

Então o aluno não foi prejudicado?

De maneira alguma. Não houve prejuízo acadêmico ou financeiro para o aluno. Pelo contrário. O estudante ainda contará com 15 dias de revisão que não estão computados nos 200 dias letivos obrigatórios. Também não houve para o docente que recebeu seu salário todos os meses, mesmo sem a contraprestação do serviço que será feita agora, com a consulta de todos e acerto com o sindicato.

 

Minha mensalidade não teve redução.  E a FIB, teve  redução de custos neste período?

O custo maior de qualquer empresa de prestação de serviços é com pessoal. Muito mais nas instituições de ensino. Até agora, só foram antecipados períodos em que o aluno não teria aula.

É certo que a partir de agora outros investimentos serão feitos, com a implantação da tecnologia para implantação do ensino remoto, softwares e hardwares serão adquiridos para que o mesmo serviço que seria prestado de maneira presencial o seja remotamente, implicando em aumento de custos. Software acadêmico, biblioteca virtual são custos por aluno e não diminuíram.

Grande parte da energia elétrica da FIB é fotovoltaica, então o impacto do custo de energia na despesa é muito baixo. Também temos poço artesiano e cisternas para armazenamento de água da chuva, o que nos permite não ter despesa com água.

Além disso, a FIB procurou, de forma geral, manter seu quadro de funcionários (houve duas demissões). Todos os demais- porteiros, limpeza, manutenção, serralheria, secretaria, financeiro, professores, coordenadores, diretores- estão mantidos e com os salários em dia, trabalhando para deixar seu curso funcionando neste período de educação remota e mantendo a faculdade em ordem para quando você voltar.


Tenho  Prouni  ou Fies, como fica minha situação?

Nada mudará. Mesmo que o primeiro semestre termine em 26 de setembro e o segundo semestre termine em 06 de fevereiro de 2021, o estudante não precisará "prorrogar" seu Prouni ou Fies.


Gostaria de fazer uma sugestão ou uma reclamação. A FIB tem uma Ouvidoria?

Sim, a Ouvidoria pode ser acionada pelo seguinte e-mail: ouvidoria@fibbauru.br.










Notícias FIB

Cursos

Ver todas

Pós-Graduação

Ver todas
(14) 99771-0058 (GRADUAÇÃO)
(14) 99775-7636 (PÓS-GRADUAÇÃO)
(14) 99612-9599
(14) 99785-3416
R. José Santiago, Quadra 15, Bauru - SP, 17056-120
FIB Bauru © 2020 - Todos os direitos reservados