Facebook Pixel Fallback

Profissionais de Educação Física são essenciais na promoção do bem-estar e saúde em tempos de pandemia

Eles intervêm segundo propósitos de prevenção, proteção, manutenção e reabilitação da saúde, além do lazer e da gestão de empreendimentos relacionados às atividades físicas, recreativas e esportivas.




Por Selma Miranda

Eles são responsáveis por atuar na manutenção e promoção da saúde, no treinamento e ensinamento esportivo. Donos de uma energia contagiante, colocam a vida em movimento quando uma pessoa busca bem-estar e melhora no condicionamento físico.

Estamos falando dos profissionais de Educação Física. Inclusive, nesta terça-feira, 1° de setembro, é comemorado o dia deles- data que relembra a lei de regulamentação da profissão no Brasil (Lei nº 9.696, de 1º de setembro de 1998).

De acordo com o Conselho Federal de Educação Física (Confef), cientes da necessidade da população brasileira de manter-se fisicamente ativa, os profissionais de Educação Física têm somado esforços junto aos demais trabalhadores da saúde para enfrentar a pandemia da Covid-19. Eles têm adaptado rotinas de exercícios e treinamentos, disponibilizando-os pelo meio digital quando a prática presencial não é possível. Assim, as pessoas podem continuar realizando as suas rotinas de exercícios e de treinos com o apoio e a orientação desses profissionais.

E qual a  importância de se manter fisicamente ativo durante este período de pandemia? Quem responde é o professor do curso de Educação Física da FIB Wendell Lima da Silva:

"Quando falamos dos benefícios físicos, falamos também de qualidade de vida ativa que proporciona não só o controle de doenças crônicas que podem potencializar o perigo de um possível contágio pela Covid-19 ( como câncer, doenças cardíacas, diabetes), mas também auxilia no fortalecimento do sistema imunológico, além de condicionar fisicamente para quando tudo passar a pessoa esteja preparada para uma rotina provavelmente mais pesada", esclarece o docente.


Prática orientada

O comportamento sedentário e os baixos níveis de atividade física podem ter efeitos negativos no bem-estar e qualidade de vida dos indivíduos, como o agravamento de doenças preexistentes e o surgimento de outras complicações de saúde.

Mas vale destacar a importância da prática de atividade orientada por um profissional de Educação Física. "O profissional de Educação Física assume um papel importantíssimo no controle de cargas excessivas, no controle postural, na manutenção e melhora em algumas variáveis como: flexibilidade e mobilidade que também são importantes para a execução correta dos movimentos que, por sua vez, deixada de lado durante a elaboração e execução dos treinos sem acompanhamento", destaca Wendell.

Sobre a oferta de aulas com propostas de atividades físicas disponibilizadas pela internet, Wendell faz um alerta: "Em todo segmento existem pessoas  que tentam ter acesso a indivíduos desinformados e  que tentamganhar dinheiro com vídeos e metodologias inexistentes. Então, é importante que as pessoas primeiramente procurem saber se o instrutor daquele vídeo é um profissional da área, em seguida  deve procurar auxílio de um profissional da área, pois atividade física não é uma receita coletiva, para cada pessoa existe uma especificidade de movimento e execução".

 

Movimente-se

A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) elaborou cinco dicas (acesse o conteúdo na íntegra aqui) de como se manter ativo durante este período de pandemia. Veja:

1- O principal objetivo no momento é se manter fisicamente ativo. Treinos intensos (de longa duração e uma percepção de esforço muito alta) visando um aumento na progressão de treinamento devem ser evitados. Isso pode piorar a sua imunidade, sendo a última coisa que queremos;

2- Procure a orientação de um profissional de Educação Física. Ele saberá prescrever a melhor estratégia de treinos de acordo com o seu nível de condicionamento e suas limitações;

3- Manter o corpo ativo, realizando exercícios que você já realiza/realizou na sua rotina de treino é a melhor estratégia. Nada de "invencionices"; 

4- Prepare-se para realizar a sua série de exercícios em casa como se estivesse indo para um dia de aula. Hidrate-se, utilize roupas leves e tenha uma alimentação saudável, através do consumo de alimentos in natura e minimamente processados. Valorize a aquisição através dos pequenos produtores;

5- A recomendação ideal para que possamos nos beneficiar dos efeitos do exercício é: 150min por semana (cerca de 30min por dia), em intensidade moderada. A atividade irá gerar alterações na sua respiração, frequência cardíaca e transpiração, mas esse esforço não será muito difícil de manter. Se você está realizando em uma intensidade mais baixa ou em uma quantidade menor, lembre que qualquer tempo dedicado é melhor do que nenhum exercício. Movimente-se!


 







Notícias FIB

Cursos

Ver todas

Pós-Graduação

Ver todas
(14) 99771-0058 (GRADUAÇÃO)
(14) 99775-7636 (PÓS-GRADUAÇÃO)
(14) 99612-9599
(14) 99785-3416
R. José Santiago, Quadra 15, Bauru - SP, 17056-120
FIB Bauru © 2020 - Todos os direitos reservados