Facebook Pixel Fallback

Mitos e verdades sobre alimentação e imunidade no combate ao coronavírus

A nutricionista Taís Baddo esclarece alguns tópicos sobre o assunto que têm circulado nas redes sociais.





Por Selma Miranda


Por causa do coronavírus, pesquisadores do mundo todo têm sido incansáveis na busca de uma vacina e de medicamentos que sejam eficazes para combater a Covid-19.

Já nas redes sociais, "cientistas" de plantão têm sido ágeis em divulgar fake news sobre formas "milagrosas" de combater a doença e fortalecer a imunidade, muitas delas relacionadas à alimentação.

Conversamos com a professora  Taís Baddo, do curso de Nutrição (conheça o curso) das Faculdades Integradas de Bauru (FIB),  para falar dos mitos e verdades sobre o assunto:


Beber água de 15 em 15 minutos ou líquidos quentes elimina o vírus do organismo: MITO. Manter-se hidratado é essencial para a prevenção, mas o combate à doença é feito por meio de tratamento médico; 

O alho previne a Covid-19: MITO. O alho é saudável e tem propriedades antimicrobianas, mas sozinho, não tem esse poder milagroso;  

Muitas doses de suplemento ou vitaminas vão te imunizar de qualquer infecção: MITO.  Se fosse simples assim, ninguém estaria em quarentena;

Existem alimentos específicos que elevam o sistema imunitário: MITO. Nenhum alimento isoladamente tem o poder de fazer milagre, se quer saúde você precisa mudar seus hábitos, com orientação profissional;

A alimentação saudável e equilibrada é  essencial para manter  a imunidade: VERDADE. Investir em uma rotina de equilíbrio alimentar é fundamental para manutenção da saúde. Sem radicalizar, por favor!

Água com limão em jejum fortalece a imunidade: MITO. Se a alimentação estiver péssima nada vai lhe ajudar, muito menos água com limão;

O sono faz toda diferença para saúde: VERDADE. Avalie se você está dormindo tempo suficiente e com qualidade, te garanto que isso é fundamental.


"Em tempos de coronavírus, é preciso cuidado com as informações", destaca Baddo.  "A melhor forma de prevenção continua sendo a higiene, além de uma boa alimentação", complementa a docente.

 

Como se proteger

As recomendações de prevenção à Covid-19, de acordo com o Ministério da Saúde, são as seguintes:

-Lave com frequência as mãos até a altura dos punhos, com água e sabão, ou então higienize com álcool em gel 70%.

-Ao tossir ou espirrar, cubra nariz e boca com lenço ou com o braço, e não com as mãos.

-Evite tocar olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas.

-Ao tocar, lave sempre as mãos como já indicado.

-Mantenha uma distância mínima de cerca de 2 metros de qualquer pessoa tossindo ou espirrando.

-Evite abraços, beijos e apertos de mãos. Adote um comportamento amigável sem contato físico, mas sempre com um sorriso no rosto.

-Higienize com frequência o celular e os brinquedos das crianças.

-Não compartilhe objetos de uso pessoal, como talheres, toalhas, pratos e copos.

-Mantenha os ambientes limpos e bem ventilados.

-Evite circulação desnecessária nas ruas, estádios, teatros, shoppings, shows, cinemas e igrejas. Se puder, fique em casa.

-Se estiver doente, evite contato físico com outras pessoas, principalmente idosos e doentes crônicos, e fique em casa até melhorar.

-Durma bem e tenha uma alimentação saudável.

-Utilize máscaras caseiras ou artesanais feitas de tecido em situações de saída de sua residência.


Professora Taís Baddo: "A melhor forma de prevenção continua sendo a higiene"

 







Notícias FIB

Cursos

Ver todas

Pós-Graduação

Ver todas
(14) 99771-0058 (GRADUAÇÃO)
(14) 99775-7636 (PÓS-GRADUAÇÃO)
(14) 99612-9599
(14) 99785-3416
R. José Santiago, Quadra 15, Bauru - SP, 17056-120
FIB Bauru © 2020 - Todos os direitos reservados